Ysabella sonha

"- As almas das poetisas são todas feitas de luz, como as dos astros: não ofuscam, iluminam...."

Textos



Tudo que vivi fica no fundo da minha
consciência tão arrumadinho e enter-
rado como se nunca mais houvesse
possibilidade de escapulir.
Mas, impossivel! num descuido meu
emergem reivindicando seus lugares
na minha biografia.
E são céus sem estrelas, vazios, crepúsculos com cor de dor, céu ausente
de nuvens.
E, me vejo frente a eles fantasmas do
meu passado emergidos das minhas saudades.
Bem-vindo sejam vocês fantasmas meus
que vieram lá do passado só para me lembrar que tem coisas que  nasceram
para nunca serem esquecidas.
ysabella
Enviado por ysabella em 21/02/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras